Entrevistas

300 mil mortos: “Não existiu nem existe gestão das crises vividas no Brasil”